46/52

DSC_2348-1

[…]

“Nao quero ter nenhum filho quando eu for grande.”

[….]

“Porque nao quero ter tanta tralha…
Eles deixam os brinquedos todos desarrumados e depois eu é que arrumo

E depois, pedem-me brinquedos, eu nao compro e eles choram.

[….]

E mais uma coisa: porque eu acho que vou ter um menino mas eu queria uma menina.

(só se eu tivesse dois…)”

***

Não sei o que isto tudo diz sobre mim.
Que não sou a melhor mãe do mundo… Sim, de vez em quando chamo-te de chata e digo que espero que um dia os teus filhos sejam tão chatos como tu….
(Mas depois eu digo-te que sou muito feliz por ser tua mãe – e tu sabes!)

Será que a culpa é do tempo e da eterna falta dele?
Quando quero trabalhar e tu queres brincar aos dossiers (por exemplo)… =
Ou porque sou impaciente? (sou, sempre fui, e tu és, sempre foste…)
Ou demasiado permissiva? (no fundo, deixo passar muito, não consigo “educar-te”, tu já és demasiado “grande” para certas coisas, sabes o que queres e sabes como obtê-lo. Serás “mimada” ou apenas “orientada para os resultdos”? (ou um bocado dos dois..)

***

Só espero que quando fores grandes, sejas feliz.
Que continues a ser feliz como és agora, apesar de toda estas coisas que dizes.

Comments 12

  1. patricia 14/11/2014

    Gostei muito!
    Isto é sempre um desafio, esta coisa da maternidade Daniela e os miúdos têm muitas fases. Eu desconfio quando vejo os muito quietinhos e obedientes. Talvez porque queira acreditar que não é possível que sejam assim! 🙂

    e adoro esse sofá!
    bjs

    • Daniela 14/11/2014

      sabes, eu nao sei onde ela vai buscar isso…
      eu nunca lhe digo que nao quero ter filhos porque deixam tudo espalhado (mas ela própria, como so gosta de arrumar o que nao deve – ex: os meus dossiers, as minhas caixas de papeis etc – deve pensar que os pais teem de arrumar tudo o que os filhos espalham. mesma coisa para os brinquedos e vê-la que nao lhe compro poucos. ela é muito boa a improvisar, de vez em quando começa uma frase, e eu sei que ela ainda não sabe o seu final, mas vai falando, simulando, emulando, e dps saem coisas destes…. :))
      mas claro, eu nao hei de ser a super-mae e este não será nenhum blog com dicas sobre a maternidade :))
      apenas um retrato fiela da vida real.
      tb adorei o post da ines onde o g disse que não era um rato: http://mujo52.wordpress.com/2014/11/10/4552-2014/

  2. Diana 14/11/2014

    Ela sabe (sem ter bem consciência disso) que a maternidade não é fácil, ao fim e ao cabo, está a relatar os seus próprios comportamentos (acho eu). Cada uma de nós faz o melhor que pode e sabe… Mas quando vemos as nossas crianças felizes, acho que essa é a maior prova que estamos no bom caminho. O Manuel uma vez disse-nos que não sabia se ía ter filhos, porque a (futura) namorada podia não querer, lá lhe explicámos que a decisão também era dele, tinham que querer (ou não) os dois. Agora já diz que vai ter dois filhos, rapazes! Que coincidência! 🙂

    • Daniela 14/11/2014

      eu acho que sabe.
      desde cedo se deparam com estas coisas, em casa como desde minusculos na creche, infantario etc.,
      eu nunca lhe digo nada disso, so lhe digo que é chata porque É TERRIVELMENTE CHATA! persistente, obstinada.
      acorda sempre de manha e lembra-se da ultima coisa que falamos à noite, e vem junto e mim e continua a pedir.

      às vezes ela tem razao, às vezes tenho eu.
      como pai é sempre mais fácil poder “mandar” e resolver asssim as questão, mas cá em casa so muito raramente funciona assim.
      e na verdade, dou lhe algum valor por ser como é e saber o que quer e como quer…

      isso dos maridos e namorados já é outra história e já tivemos varias versões aqui em casa. com marido, sem marido, com filhos, sem filhos, coom um ou mais filhos… :))

  3. Claudia 14/11/2014

    eu acho que e da idade delas agora. ou se calhar da personalidade. a Lily tambem me veio com essa conversa na outra noite. que nao quer ser mae. nao quer bebes. nao foi assim uma surpresa para mim porque ela nunca foi aquela crianca que brincava com bebes como se ela fosse mae. nunca teve paciencia para bebes tambem. e eu sou dura e nao lhe faco as vontades todas….

    • Daniela 14/11/2014

      eu no outro dia estava a dizer à lu que a mafi mesmo quando brincou com bebés nunca foi super-maternal, mas no estilo “directora da creche” ou “chefe da sala” :))

      são coisas, não dou muita importância a isso, porque já sabemos que todos mudamos o tempo todo e o que dizem aos 4 é diferente do que dizem noutra idade e de qq maneira,
      se ela não quiser ter filhos… será feliz de outra maneira.

  4. Inês Ataíde 14/11/2014

    Eu acho é que esta miúda é o máximo!
    E todas essas conversas revelam um personalidade muito forte… e isso é muito bom sinal. Até pode ser uma chata, mas com personalidade! 🙂
    Não há nada pior do que gente sem personalidade (sempre admirei os meus “inimigos” com personalidade).

    O G também é muito chato… Há tempos fui “apanhada” na porta da creche por outra mãe a chamar-lhe chato! Ela fartou-se de rir e disse-me “Ai que bom ouvir isto, não sou a única” 🙂

    • Daniela 14/11/2014

      muitooooo forte
      mas sabes, na escola já não é assim. não é tão respondona, forte, determinada etc.
      chateia-se com os outros miudos, ela gosta deles mas tambem gosta de estar sossegada com as suas coisas.

      isto da “chatice” dá para conversas INIFINITAS. e sim – eu tambem sou chata! 🙂

  5. miriamreis 14/11/2014

    quando eles não são chatos não têm piada nenhuma… sim, deixam-nos trabalhar, ver televisão, fazer tudo… mas são “amorfos”, não são perguntadores, não são curiosos e aí sim, vão ser adultos chatos, sem qualquer interesses nem objectivos! eu gosto de pensar assim porque tenho cá em casa dois de um calibre de “chatez” espectacular 😀
    a mafi é o máximo, mazé. a chata mais fixe da blogosfera 😉

    • Daniela 17/11/2014

      it is easy to catch her like that.;)
      she is always jumping and dancing and with her feet in the air!
      i think they want girls because this is what they know.
      but she talks a lot, says many things !

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s