Costa, shades of blue

DSCF8454-1
DSCF8470-1 (Medium)
DSCF8490-1 (Medium)
DSCF8607-1
DSCF8609-1 (Medium)
DSCF8620-1
DSCF8624-1 (Medium)
DSCF8627-1 (Medium)
DSCF8630-1 (Medium)
DSCF8638-1 (Medium)
DSCF8657-1 (Medium)
DSCF8655-1

(fotos de sábado e domingo passado)

Adoro setembro, e de todas as maneiras. Claro que prefiro sem chuva, mas também não me importo com. Nem mesmo o facto de ser o mês dos regressos às rotinas me chateia muito.

Gosto que seja o mês em que as pessoas já se esqueceram da praia, que o tempo feio em Lisboa as demove, gosto das temperatures amenas, da agua quente, dos dias sem pressa e sem transito. Gosto de pensar que tivemos direito a um “prolongamento” depois das férias de verão já terem acabado. Gosto de todos os dias que “roubo” ao outuno, ao inverno que há de vir… Sou assim, olhando para as minhas fotos (nao as que publico aqui, mas de todo) noto que preciso desse azul, em todos os seus tons, de espaços abertos, de respirar … Talvéz não seja muito urbana 🙂

 

Comments 8

  1. catarinasimoes 03/10/2014

    “Nas cidades a vida é mais pequena
    Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
    Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,
    Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que nossos olhos
    nos podem dar. E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver.”
    (Alberto Caeiro) 😉

    • Daniela 03/10/2014

      Muito bonito! E olha que adoro Lisboa, andar por ai, etc…. Mas apenas me sinto bem quando vejo a linha do horizonte…. e nisso temos sorte aqui em Lisboa (imagino eu a viver em Viena)….

      A Mafi no outro dia à noite disse-me “mãe, gostava de viver numa aldeia. podiamos ir buscar a agua ao rio. e podiamos ir passear sempre que quisessemos” 🙂

      • catarinasimoes 03/10/2014

        eu sei o que sentes. desde que nasci que a vista do meu quarto era o infinito… o rio a desaguar num mar sem fim :). adorava ver o pôr do sol sentada no chão do quarto. adorava ver a chuva, relâmpagos e trovoada ao longe. mas achava que queria estar noutro sitio também :)…
        gosto de lisboa, mas também me sinto um bocadinho “abafada” aqui :).
        mas viver na aldeia também tem muitos contras, é bom, mas triste. solitário.
        nunca estamos bem. o eterno conflito. somos humanos 😀

      • Daniela 03/10/2014

        pois claro. porque aqui vivemos ao lado de todas as POSSIBILIDADES 🙂 temos muitas hipoteses, podemos escolher, isso é bom! temos sorte :))

  2. Claudia 03/10/2014

    gosto tanto do feeling destas fotos Daniela. dao-me mesmo sensacao de fim de setembro. ja ha dois anos que nao vou ai. quando visito e sempre em maio ou em setembro. adoro esses meses ai. tenho saudades do cheiro do mar dai. aqui o mar nao tem nem o mesmo cheiro nem a mesma vida. para o ano vamos ai. em junho. feliz fim de semana!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s