Randomness

DSC_8830-1
DSC_8794-1
DSC_8856-1
DSC_8883-1
DSC_8895-1

Continuação do post anterior: Azeitonas, peixe no mercado, tu e as flores arrancadas (motivo recorrente), os gatos da rua.

A foto do peixe está ai por uma razão: porque começo a ficar cansada de ver apenas “coisas bonitas”, fotos de coisas arranjadas, tudo arrumado, alinhado, planeado e pensado. Acho que de vez em quando devemos mostrar o lado mais cru da vida. Sim, eu também mostro mais fotos de coisas bonitas do que feias, mas não tento com as minhas fotos transmitir a perfeição ou um estilo de vida fantástico, apenas um pequeno olhar sobre alguns momentos dos nossos dias, quando calha e os momentos o permitem. Este tema é muito complexo e as palavras não estão do meu lado há algum tempo, mas espero que perceberam a ideia 🙂

(E agora, espero que tenha acabado finalmente este longo inverno e que possamos arrumar os casacos, collants e botas a um canto…)

Comments 15

  1. Claudia 28/04/2014

    gosto muito do teu randomness Daniela. e concordo, a vida nao e perfeita e e bom mostrar isso nos blogs pessoais. e esse vestido/tunica que a M tem vestido…. adoro!

    • Daniela 28/04/2014

      pois, eu não mostro muito que é imperfeita, mas acho que também não mostro muito o contrário. quer dizer, eu esforço-me com as fotografias, e a mafi é bonita… e sendo ela o tema principal do blog, o blog nunca há de ser feio. mas eu quando olho à minha volta, sinto às vezes que algo está mal e gostava de fazer algo, não sei bem como, para contrariar isso. claro, um peixe não resolve nada 🙂
      mas às vezes muitos peixes (exemplo) em muitos sítios podiam fazer algo. naõ sei!!
      se calhar vou poupar a todos os meus devaneios :)))
      bjs

      (sim, o vestido é lindo, mas por acasao ela não usa muito)

  2. lu 28/04/2014

    tudo bem, mostras o lado mais feio dos peixes mortos e tal mas felizmente contrastas bem com o vestido lindo e perfeito da simple kids! fica tão bem na mafi, está linda 🙂

    • Daniela 28/04/2014

      pois, é verdade, o vestido estraga tudo… 🙂
      eu nem acho os peixes feios. acho que não me expliquei muito bem, eu sabia que nao estava inspirada para o meu texto hoje. logo digo noutro dia! bjs

      • lu 29/04/2014

        eu percebi o que quiseste dizer e acho que já falamos sobre isso algumas vezes. o conceito de beleza é muito subjetivo, o que é belo para mim pode não ser belo para ti. mas eu acho que devemos ser fiéis a nós mesmos e retratar o que nos agrada no nosso ponto-de-vista que é sempre único e muito pessoal, sem se preocupar muito se é bonito para o senso comum. mas tu já sabe isso tudo. 🙂

      • Daniela 29/04/2014

        eu sei que nós já nos fartamos de falar sobre isto… 🙂
        mas sabes que a minha cabeça anda sempre a fugir comigo e já ando por aqui com novas ideias :))))

  3. patricia 29/04/2014

    Entendo perfeitamente o que dizes mas são sempre conversas tão subjectivas. O que é totalmente objectivo é que o vestido da Mafi é lindo, que tem que usar mais vezes e que eu quero um igual. 🙂

  4. Alexandra Neves Silva 30/04/2014

    Que conversa interessante esta 🙂
    Eu acho a fotografia do peixe bem gira. Eu não gosto de cenários montados, coisinhas a condizer e tudo muito arranjadinho. Ás vezes também me questiono sobre o “lado cor de rosa” dos blogues pessoais… no meu caso evito expor todas as minhas inquietudes, reflexões e frustração… seleciono, coloco as que penso que possam ter interesse de partilha, as que são mais importantes e têm real expressão na minha vida. Em relação aos momentos bons também. Não é um diário, é mais uma albúm ilustrado das vivências significativas. No meu blogue tudo é real, não há encenações, mas há uma seleção criteriosas da realidade que quero espelhar. É uma janela por onde podem espreitar mas que só veêm o que quero 🙂 o Belo e o Feio.
    Gosto tanto deste teu espaço com os vestidos lindos e os peixes mortos.

    • Daniela 30/04/2014

      Alexandra, isto tudo é assunto para escrever uma dissertação e eu já não escrevo muito bem 🙂
      Eu adoro o teu blog, e principalmente as palavras para descreveres a tua vida e a tua família. acho que é isso mesmo. é obvio que nós (como todos os outros) mostramos apenas um recorte da nossa vida, numa perspectiva e intenção muito específica. eu por ex partilho para a mafi… mas também para mim, porque gosto de partilhar, principalmente fotografias. porque acho que uma boa foto conta uma historia de forma mais imediata. mas às vezes penso mais além disso…. e vou tentar um dia destes fazer um post sobre isso porque de momento não me consigo articular muito bem!
      obrigada de passares por cá! 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s